Diretoria do Flamengo cobra verba da Prefeitura para o novo CT

Em nota oficial publicada no site oficial nesta quarta-feira, a diretoria do Flamengo cobra a Prefeitura do Rio de Janeiro pelo repasse de R$ 5 milhões para a construção do Centro de Treinamento George Helal. O Rubro-Negro argumenta que possui todos os documentos solicitados pela administração de Eduardo Paes e se queixa pelo fato de Vasco, Botafogo e Fluminense já terem recebido os terrenos para a construção de seus CTs.

“A primeira reunião com os Clubes ocorreu em agosto de 2012, e inicialmente a proposta previa a cessão de terrenos para Vasco, Botafogo e Fluminense, mais uma ajuda de R$ 6,5 milhões para cada um. Como o Flamengo já dispunha de um terreno, receberia somente uma ajuda financeira no valor de R$ 9 milhões”, diz parte da nota.

O comunicado esclarece, no entanto, que outra reunião, realizada no dia 15 de fevereiro deste ano, estipulou que Vasco, Botafogo e Fluminense receberiam somente o terreno, enquanto o Rubro-negro seria ajudado com R$ 5 milhões.

“No mês de julho do ano corrente, a diretoria do Flamengo teve mais uma reunião com o Prefeito, oportunidade em que foi reiterada a promessa da liberação imediata dos recursos”, relata outro trecho da nota.

O Flamengo ainda diz que “causa grande estranheza” a instauração de procedimento administrativo, por parte do Ministério Público, para questionar somente o repasse dos recursos à equipe da Gávea.

“Não houve nenhum tipo de questionamento acerca da cessão dos terrenos em favor dos outros três clubes, diga-se de passagem, terrenos em valores muito superiores aos 5 milhões prometidos ao Flamengo”, complementa o comunicado.

Leia também

Veja todas as notícias

Comentários